Busque aqui o conteúdo no blog ou na Web!!!!

Vídeos

Loading...

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Uma pergunta pertinente e uma resposta nada convincente!!!



Na semana passada, durante uma aula sobre a crise de 1929 em uma turma do 9° ano, um aluno me perguntou porque os professores são tão desvalorizados. Embora estivéssemos falando sobre a crescente influência ideológica do socialismo no entre guerras e consequentemente a má distribuição de renda no Brasil tenha vindo à tona, a pergunta me pegou de surpresa. 
Sempre que eu me questionava sobre esta desvalorização eu chegava à conclusão de que isso fazia parte de uma conspiração das elites para controlar o povo. Um povo ignorante é muito mais fácil de ser governado, mas esta resposta me pareceu marxista demais. 
O tempo havia congelado, centésimos de segundo se passaram entre uma ou outra possível resposta. De repente me surgiu a questão da ideologia: o magistério se esqueceu do poder ideológico que tem! E a sociedade aceitou tal desmobilização! Me lembrei das greves dos anos 80..., não era professor, mas minha mãe sim. Fazia greve, mas não era marxista, era PROFESSORA! 

Justamente a partir dessa década o status começou  a  diminuir: PROFESSORA! PROFESSORA! PROFESSORA!

 Precisava de uma resposta ! Me lembrei do recente comercial da TV , no qual cidadãos de várias partes do mundo respondem que o professor é importante em seus países! O que o governo quer com isso? Se convencer? Tá e daí ? E agora que já realizaram a "pesquisa"? Valeu pela informação(Essa campanha deve ter sido muito cara!).
E lá estava a classe, muda! A está altura um segundo se passara! Me ocorreu um comentário que recebi recentemente de uma professora que jogava a culpa pela desvalorização nos colegas que não querem estudar e se especializar(como se todos tivessem grana e tempo pra isso). Me lembrei também, nesse átimo   de segundo, a resposta que dei  para a professora que com certeza é sustentada pelo marido , gastando o seu parco salário de professora com Natura, Avon e Hermes.
Talvez se ele tivesse me perguntado o nome completo de D.Pedro, ou qual era a capital do Egito durante o governo de Amenófis IV teria sido mais fácil  responder! Eu não podia deixar a peteca cair!Afinal sou professor! Formador de opinião!
Então sorri um sorriso de "esperto", desse de canto de boca e disse: Ah! Quer tudo mastigadinho?Nada disso! 
Atenção turma ! Quero uma pesquisa para a próxima aula!Tema: "A desvalorização do magistério no Brasil!"

Nenhum comentário:

Postar um comentário